Liberdade escreve-se com L e lixado escreve-se com f, não é?

Vivemos em Liberdade, escrita com L, há quase 42 anos. Eu que era ainda muito criança lembro-me pouco. As “memórias” que tenho da ditadura são contadas, não vividas!
Aprendi que tinha crescido em liberdade e que vivo em liberdade. E vivo em liberdade. Condicionada. A nossa liberdade é condicionada. Condicionada em muitos aspetos. Condicionada nos acessos, nas oportunidades, nas permissões.
Somos condicionados quando recebemos o salário mínimo e o dinheiro não chega para sobreviver. Somos condicionados quando nascemos ou nos tornamos pobres. Somos condicionados quando perdemos o comando sobre a nossa própria vida. Somos condicionados quando, sem nos apercebermos como ou sem permitirmos sequer, outras pessoas têm mais poder sobre nós e sobre a nossa própria vida do que nós próprios. Somos condicionados quando não concordamos com tarefas que temos de fazer. Somos condicionados quando não podemos dar opinião sobre determinada circunstância, porque isso vai prejudicar-nos, garantidamente! Somos condicionados quando alguém não é justo connosco. Somos condicionados quando não podemos ser livres de dizer ou livres de fazer. Somos condicionados quando a nossa liberdade é menos liberdade quanto a vontade de quem tem mais poder do que nós e de quem tem o poder de nos lixar (é com f, não é?) a vida, apenas porque sim ou porque não nos quer dar uma oportunidade. Somos condicionados quando somos impedidos de ser genuínos e verdadeiros. Somos condicionados quando alguém não nos permite defender a nossa razão, que deveria ser tão razão quanto a do outro! Somos condicionados quando a nossa liberdade  não nos permite ser contra! E não ser a favor condiciona-nos (lixa-nos, com f, não é?). Concordar é sempre muito mais cómodo!  Calar é um modo! Pois, mas não é, de todo, liberdade! É cómodo, ai isso é! Defende-nos. Permite que não nos prejudiquemos. Assim, até nos podemos julgar livres!

Sobre Regina

Acerca de mim? Sei lá! Tenho dias… Dias bons, dias maus! Momentos. As nossas vidas são feitas de momentos… Este espaço? É meu. Sobre mim. É o meu espelho… Disseram-me que o meu sorriso é o Espelho da minha Alma. E eu concordo.
Esta entrada foi publicada em Pensamentos com as etiquetas . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s