Chove como se fosse outono!

Adoro o Outono.
Adoro as primeiras chuvas, as malhas frescas e os agasalhos noturnos.
Ainda não decidi (estas coisas decidem-se 😀 ) se é ou não a estação do ano preferida, em oposição à primavera, mas acho que sim, que voto no outono. Cá em casa, a malta do género feminino é mais virada para o clima frio e fresco.
No verão gosto do ar estival, das marginais calcetadas e cheias de gente, das barracas coloridas nas praias do meu oeste, ou dos toldos mais para sul. Das praias com ondas, dos surfistas e seu modo de estar.
Gosto das noites frescas, dos fins de tarde na praia (fecha-la, tantas vezes somos os últimos; os restaurantes já enchem para os jantares e nós lá a saborear o fim do dia, o sol a pôr-se e a maré a vazar). Gosto dos jantares tardios (coisa normal cá por casa – o ano inteiro), sem pressa para coisa nenhuma (acelerada sou eu e o meu aceleramento só me stressa e perturba, e depois, sem mais nem menos, consigo ser o contrário, zen, sem pressas, sem horas, sem regras, sem nada que não seja o prazer da companhia, do estar à mesa, das conversas e das gargalhadas, dos diálogos felizes de quem se esquece que a vida também tem chatices e problemas).
Gosto de acordar cedo, ouvir o chilrear dos pássaros e o som da rebentação das ondas do mar ali próximo. Gosto de tomar o café no alpendre enquanto todos eles dormem tranquilos. Gosto de pegar no livro que leio no momento e entrar nesse mundo, despertando quando o primeiro dorminhoco se chega a mim com um beijo e um bom dia sonolento. Tiro os olhos do livro –  li tantas páginas sem dar conta –  sorrio e respondo “bom dia”.
Gosto das idas à praia sem hora de ida e sem hora de volta, e gosto das não idas se assim nos apetecer. Apenas o prazer, o enorme prazer, de estar em estado ocioso.
Chove! Chove como se fosse outono! É agosto e chove, como todos os agostos de todos os anos! Como acontece em todas as colheitas de pera e todas as vindimas. Há sempre chuva!
Chove. Gosto de ouvir a água a correr pelos beirais… Como se fosse outono…
Advertisements

Sobre Regina

Acerca de mim? Sei lá! Tenho dias… Dias bons, dias maus! Momentos. As nossas vidas são feitas de momentos… Este espaço? É meu. Sobre mim. É o meu espelho… Disseram-me que o meu sorriso é o Espelho da minha Alma. E eu concordo.
Esta entrada foi publicada em Pensamentos. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s