Insónias

Padeço de falta de sono,
Nesta minha desassossegada metamorfose.
Insinuante!
Perturbadora!

Fosse esta parte pensante mais serena, 
afundava-me então no sono dos justos.
Mas justa sou eu
e me canso por ser tanto!

Ouvisse agora o estalido, seco
E clara, a luz que me ilumina e me dita
Palavras que serão do meu encanto
E escritas ficarão a ser eterno!

Porque esta assonia é fecunda
E as horas naufragadas se desfazem
Em matizes
Que adornam
E compõem, agora, que há-de provir
Porque o avesso é avesso
E o futuro é o destino.

Sobre Regina

Acerca de mim? Sei lá! Tenho dias… Dias bons, dias maus! Momentos. As nossas vidas são feitas de momentos… Este espaço? É meu. Sobre mim. É o meu espelho… Disseram-me que o meu sorriso é o Espelho da minha Alma. E eu concordo.
Esta entrada foi publicada em Pensamentos. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s