100.000.000,00 €

Nunca fui pessoa de grande sorte!
Também nunca fui de grandes sonhos. Sou demasiado realista.
Não se trata de otimismo ou pessimismo. Vivo com a realidade que me rodeia. Goste ou não goste dela.
Faço por intensificar e melhorar aquilo que gosto. Do que não gosto, tento fazer um distanciamento, uma forma de defesa que não me consuma demasiadas energias, que não me pese demasiado na cabeça ou no coração e se tiver oportunidade e condições de mudar o que houver a mudar, pois que seja.
Como nunca fui de grandes sonhos, sempre vivi feliz com a minha vida. Sempre me satisfiz com o que tive ou conquistei, com o que obtive ou construí. E fazendo balanços, gostava de ter feito coisas que não fiz, viagens que não realizei, aprendizagens que não tive… Mas, isso nunca me tornou infeliz. Não fiz, gostava de ter feito e ponto. Nada volta atrás, e se a minha vida voltasse atrás repetia tudo, mas mesmo tudo. Voltaria a fazer tudo igual.
E tenho sonhos, obviamente.
Sonhos simples, de coisas simples mas belas, cheias de significado, de valor, de amor, de vida…
Sonhos que me fazem querer cá estar, querer crescer, querer aprender, querer melhorar, querer mudar, querer viver…
Sonhos que me fazem acreditar que tudo vale a pena…
(como dizia o poeta “tudo vale a pena se a alma não é pequena” – a minha alma tem cá uma dimensão doida que às vezes ela própria me consome!!)
E como eu sou pouco ambiciosa e muito realista, tornar-me-ei facilmente a mulher mais feliz do mundo com a concretização dos meus sonhos. É fácil. É atingir a felicidade com os pequeninos passos, as pequeninas coisas boas e que nos fazem bem…
Ainda assim, e porque o dinheiro não traz felicidade mas que ajuda, é bem melhor ser feliz sem preocupações financeiras do que com elas, e poder subir aos picos do mundo e descer aos fundos do mar sem olhar para a carteira ou conta bancária, vou pedir à minha alma que se concentre muito bem nos númerozinhos da sorte, que 100 milhões de euros é coisa para me ajudar a ser um pouquinho mais feliz…

Sobre Regina

Acerca de mim? Sei lá! Tenho dias… Dias bons, dias maus! Momentos. As nossas vidas são feitas de momentos… Este espaço? É meu. Sobre mim. É o meu espelho… Disseram-me que o meu sorriso é o Espelho da minha Alma. E eu concordo.
Esta entrada foi publicada em Pensamentos com as etiquetas . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s