Dias de morte!

Não gosto muito de pensar na morte apesar de ela ser inevitável, mas consigo sempre que seja evitável ter pensamentos mórbidos e preocupar-me com a situação em concreto, relativamente a mim própria.
Quando for será, como for será, e os meus lamentos ficam só para o que fica por fazer ou por dizer.
Por dizer, por norma, não deixo nada. Sou pessoa de dizer sempre. Digo sempre tudo o que penso. Acho-me até demasiado transparente. Quanto às palavras, essas estão resolvidas todos os dias.
Digo que amo a quem amo, digo que não gosto do que não gosto, digo que não quero o que não quero. Quanto a isto nada fica por resolver. Tenho tudo resolvido.
O meu problema é sempre o que fica por fazer!
E eu tenho sempre mais por fazer do que feito.
Em tudo, eu tenho sempre mais por fazer do que já fiz!
No trabalho, eu tenho sempre mais por fazer, o meu horário nunca me chega, é sempre pouco para aquilo que tenho de fazer, nunca tenho tudo arrumado, tudo despachado, tudo perfeito!!
Em casa, igual!
Sempre mais por fazer do que feito.
Sempre coisas por arrumar, coisas por lavar, coisas por limpar, coisas por despachar.
Eu tenho sempre mais por fazer, o meu tempo não me chega, é sempre pouco para aquilo que tenho de fazer, nunca tenho tudo arrumado, tudo despachado, tudo perfeito!!
Esta minha imperfeição, este meu estado incompleto, esta minha insatisfação (ou a assunção clara de que tenho pouco de perfeita, que sou muito humana, cheia de defeitos e sei que não faço tudo bem) faz zangar-me comigo própria, ficar irritada comigo própria! Chego a ganhar náuseas e calores tremendos, por ter dias de morte em que me sinto uma corredora de fundo que dou às pernas apressadamente, não saio do mesmo sitio (ou ando poucos metros) e nunca mais atinjo a meta!
Nestes dias de morte, em que sinto que a minha produtividade foi nula (mesmo não tendo sido) penso sempre que não me posso deixar levar, porque ainda tenho muito, mas muito por fazer, e ficar com a minha vida toda muito arrumadinha!!

Anúncios

Sobre Regina

Acerca de mim? Sei lá! Tenho dias… Dias bons, dias maus! Momentos. As nossas vidas são feitas de momentos… Este espaço? É meu. Sobre mim. É o meu espelho… Disseram-me que o meu sorriso é o Espelho da minha Alma. E eu concordo.
Esta entrada foi publicada em Pensamentos com as etiquetas . ligação permanente.

2 respostas a Dias de morte!

  1. Anónimo diz:

    Que tema este!!!!! Ufa!!!!!!!! E eu que me ausentei precisamente por causa dessa fatalidade que me atingiu esta semana. O meu Pai (escrevo com maiúscula porque ele era precisamente isso, um homem maiúsculo), minha grande referência em tudo na vida, deixou-me e deixou-me muito triste, Fiquei partido, mas eu sou um lutador, tal como a Regina e não vou ficar abatido e quero honrar o seu nome (temos o mesmo nome) enquanto estiver na vida terrena. Percebi o seu texto e sinceramente gostei. Peço-lhe desculpa ter desabafado aqui, mas quero transmitir-lhe precisamente o que encerra o seu pensamento: … porque ainda tenho muito, mas muito por fazer, e ficar com a minha vida toda muito arrumadinha!! . Precisamente Regina e força.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s