A importância do título

Os títulos, os nomes, os slogans, as capas, são montras.
Tudo começa por esse princípio, e se isso desperta a atenção, leva-me a verificar o conteúdo. Às vezes, o título soa-me tão estranho, que mostro renitência e nem sequer espreito. Disparate meu, porque eu sei que nem sempre o que aparenta é. E nem sempre o que não aparenta ser bom, é mau. Há que conhecer. Há que absorver. Há que estar desperto para ouvir, ver, ler, conhecer.
Isto resulta com quase tudo: com pessoas, com livros, com discos, com comidas e bebidas, com blogues, com programas de televisão, com tudo, sim.
A propósito de um grupo musical que tem um nome – os azeitonas – quanto a mim, pouco atrativo, pouco sedutor e pouco interessante, e isso fazia-me rejeitar, no imediato, a experiência da audição! Até perceber que fazem música que eu gosto.

Anúncios

Sobre Regina

Acerca de mim? Sei lá! Tenho dias… Dias bons, dias maus! Momentos. As nossas vidas são feitas de momentos… Este espaço? É meu. Sobre mim. É o meu espelho… Disseram-me que o meu sorriso é o Espelho da minha Alma. E eu concordo.
Esta entrada foi publicada em Música, Pensamentos. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s