Estou com o coração apertadinho e cheio de orgulho.

Às vezes, temos (ou tenho eu, apenas) a ideia absurda de que não se têm boas iniciativas neste país! E, às vezes, generaliza-se demasiado, e conclui-se erroneamente que todos são iguais. Quanto a isto, eu não sou nada de generalizar, nem de tirar conclusões precipitadas, pelo que neste caso nem me revejo.
Não acho que os homens são todos iguais, como normalmente as mulheres afirmam. Nem acho que elas são todas iguais, como eles afirmam. Nem que os jovens e adolescentes são todos iguais!
Bem, mas a generalização das coisas leva a conclusões!
E as exceções tornam-nas mais valiosas.
A Escola de música de Gouveia organiza, durante esta semana, um estágio para estudantes de música. Este estágio pretende dar a oportunidade aos estudantes de música de trabalharem um repertório orquestral variado e empolgante. Os alunos participantes irão trabalhar com um jovem maestro e ainda com jovens profissionais de várias orquestras nacionais.
O Município local apoia a iniciativa e foram criadas condições para a participação de jovens de todo o país. O Estágio dirige-se preferencialmente a estudantes de nível secundário ou superior.
Na cerimónia de boas vindas foi elogiada a presença de tantos jovens que abdicaram de uma semana de férias escolares, de uma semana de descanso ou lazer para aprenderem música. Fala-se tanto que os jovens são desinteressados, mas este estágio prova que a vontade, o gosto e o empenho são características que alguns possuem, e muitas vezes falta-lhes apenas motivação e oportunidade.
A minha filha mais velha tem apenas 12 anos, está no 3º grau de clarinete e gosta de música. É uma menina empenhada, interessada e determinada, para além disso é uma corajosa, porque saiu de casa e foi participar neste estágio onde são quase todos jovens maiores de idade (ela é a mais novinha), onde não conhece rigorosamente ninguém, e está lá, sem ninguém do seu núcleo, do seu relacionamento, empenhada em aprender mais e tirar proveito desta experiência.
Fico com o coração apertadinho pela preocupação de a saber, sozinha, numa terra que não conhece e longe de casa. E fico com o coração inchado por ter uma filha valentona, corajosa e decidida.

Anúncios

Sobre Regina

Acerca de mim? Sei lá! Tenho dias… Dias bons, dias maus! Momentos. As nossas vidas são feitas de momentos… Este espaço? É meu. Sobre mim. É o meu espelho… Disseram-me que o meu sorriso é o Espelho da minha Alma. E eu concordo.
Esta entrada foi publicada em Pensamentos com as etiquetas , . ligação permanente.

2 respostas a Estou com o coração apertadinho e cheio de orgulho.

  1. Maria diz:

    Tenho que mais uma vez deixar o meu comentário, primeiro porque sublinho tudo o que disse no seu texto, depois dar-lhe os parabéns pela iniciativa e determinação da sua filhota, Poderia andar na música ( por andar, ou para agradar aos pais ) mas vai atrás do seu sonho …aprender mais.T
    Todas as mães ficam com o coração apertadinho mas…para a sua filha é uma experiência que nunca mais irá esquecer.
    Bjs =)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s