A realidade põe-nos no sítio!

Ora eu, estava agora mesmo, num pequeno “tête-a-tête” daqueles virtuais, mas que eu adoro, porque me permitem entrar na conversa quando quero e sair dela sem escusas ou desculpas esfarrapadas, onde se discutiam estas virtualidades e vantagens e desvantagens destas coisas.
Frequentemente oiço ou leio, acho que cada vez oiço menos, sou mais de ler;  a virtualidade a mim dá-me algo que a realidade não me dá, a liberdade de querer ou não estar, de querer ou não falar, de querer ou não comentar. Na realidade, se estou, tenho de estar, se oiço tenho de responder, se vejo tenho de olhar. Bom, e tenho lido muitas críticas a algumas funcionalidade das redes sociais e também críticas à forma como são utilizadas. Ora, a mim, o que cada um faz na sua vida é-me completamente indiferente, a menos que seja algum amigo mais íntimo que queira a minha presença, opinião ou conselho, e aí, eu estou pronta para dar a minha humilde colaboração, nem que seja apenas o ombro para chorar, um abraço apertado ou uma palavra de ânimo. Mas, de resto, não me incomoda nada que uns coloquem fotos de todo o lado onde vão, ou fotos mais despidos ou despidas, ou fados e guitarradas, etc. Quero bem saber disso! Cada um sabe de si, e age conforme os seus gostos, os seus interesses e as suas vontades.
Voltando ao inicio, estava comentando então as funcionalidades das tais redes sociais e dizia eu: “É um instrumento, como tantos outros.  Instrumentos que são úteis em determinados momentos, determinadas ocasiões. Passam de moda, tornam-se obsoletos, são ultrapassados por… outros melhores… É a vida! Todas as críticas que vejo  acho-as interessantes, mas apenas isso. Eu também tenho um carro que não é grande coisa, talvez gostasse de ter um melhor, mas é o que posso ter… e não me vejo a voltar a tempos antigos e andar de carroça!” e de repente acabei por me lembrar do telex e rematei: “Para não falar do telex!!! Olha, eu ainda cheguei a usar o telex!!!! Bolas. A realidade é muito dura. Põe-nos no sitio 🙂 ”
Caramba! Ainda há gente saudosista! Saudades de quê?

Anúncios

Sobre Regina

Acerca de mim? Sei lá! Tenho dias… Dias bons, dias maus! Momentos. As nossas vidas são feitas de momentos… Este espaço? É meu. Sobre mim. É o meu espelho… Disseram-me que o meu sorriso é o Espelho da minha Alma. E eu concordo.
Esta entrada foi publicada em Pensamentos com as etiquetas , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s