Quando eu era produtora de galinhas, patos e cavalos…

O ser humano parece que tem tendências a ser fantasioso e entreter-se com coisas inúteis!
Em tempos que já lá vão (felizmente) andei entretida a produzir galinhas, patos e cavalos…
Sem ser exagerada, nada exagerada, iniciei a minha atividade agrícola nesta coisa dos jogos virtuais e por incrível que me pareça (agora) achava divertido ocupar os meus serões com esta cena absurda da farmville!
Comecei o jogo porque uma amiga me perguntou se conhecia, pois tinha uma irmã mais novita que andava nessa onda e ela estava preocupada em saber se era algo saudável! Dizia-me que era actividade pós-laboral de alunos e professores e confessava-me que estava preocupada com essa actividade produtiva da irmã. Achei que era coisa de crianças e comecei por fazer perfil para a minha filhota… Achei o “brinquedo” tão engraçado que resolvi fazer uma quintarola e entreter-me com aquilo! Fui jogando, sem maluqueiras ou ansiedades parvas de subidas de nível, mas brincando a jogo de crianças! O meu marido, que nunca se rendeu a estes disparates, ria-se e dizia-me “Isso é moda, há-de passar! Mas, se te divertes, deixa-te estar”. As filhotas depressa se fartaram do disparate, mas eu fui produzindo porcos e vacas, construindo celeiros e galinheiros, fazendo ofertas e agradecendo coleções, plantando árvores e hortas, e achando que tinha ali um divertimento melhor que ver televisão ou ler um livro!
Neste jogo virtual, neste e noutros, era todo o mundo amigo um do outro, fazendo ofertas e dádivas, e felizes da vida andavamos todos a perder tempo com uma inutilidade tal que hoje me questiono como é que perdi tanto tempo útil da minha vida a fingir!
Acho que os tipos que produzem estes jogos e os dinamizam divertem-se bem mais que a quantidade de gente que os joga. É uma espécie de jogo de tolos. Eles vão dando engodo e a malta vai entrando na brincadeira! Alguns de forma assustadora e descomunal! Felizmente nunca fui exagerada! Mas, acredito que estas Villes terão afetado alguma produtividade profissional! Sem ter, obviamente, grande influência na crise que nos afeta. Ainda assim, se nas atividades profissionais fossemos todos tão solidários uns com os outros e colaborassemos tanto nisso como nas villes, este país estaria muito à frente…
Eu, pela minha parte, deixei de ser produtora e passei a aproveitar muito melhor o meu tempo, mas ainda me consigo surpreender com a quantidade de pessoas que continuam a jogar e a ocuparem assim o seu tempo!
E ainda hoje me pergunto a mim própria onde é que eu andava com a cabeça!!!

Anúncios

Sobre Regina

Acerca de mim? Sei lá! Tenho dias… Dias bons, dias maus! Momentos. As nossas vidas são feitas de momentos… Este espaço? É meu. Sobre mim. É o meu espelho… Disseram-me que o meu sorriso é o Espelho da minha Alma. E eu concordo.
Esta entrada foi publicada em Pensamentos com as etiquetas . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s