Que todos morremos, nós sabemos!

Hoje foi um daqueles dias em que evitei falar disto. À uma da manhã o jornal Público colocou a informação da morte de Steve Jobs, uma notícia, no momento, de duas linhas apenas e, no imediato, fiquei consternada.
Todos morremos, e todos sabemos isso! Nunca estamos preparados para recebê-la – a morte!
Parece-nos sempre duro demais, injusto demais, e triste demais!
No caso desta morte, eu acredito que ele próprio tinha assumido o seu limite e estava preparado para isto. Tenho a sensação que foi uma daquelas pessoas que estava preparada para este caminho! E que deve ter ido reconciliado com a vida. Porque a teve Grande.
Hoje, vi em todo o lado reações à sua morte: a consternação e a homenagem.
E pensei comigo própria ” não faço o mesmo”. Porque hoje não importa. Hoje é luto, é recolhimento, oração para quem dela faz uso.
Escrevo agora sobre isto, porque este homem deixa um legado gigantesco. É este legado que deve ser lembrado todos os dias, e não apenas nos aniversários de nascimento ou de morte. É este legado que deve acompanhar-me, todos os dias, porque todos morremos!
E mais importante que a morte, é a vida. O que dela fazemos, o que nela deixamos: o nosso legado!
E se este visionário, transformou o mundo no campo da tecnologia, foi também um exemplo de vida e um escolhido.
Antes de ser poderoso foi pessoa. Antes de ser importante foi anónimo. Antes de ser doente foi saudável. E a doença não o derrotou, porque ele foi um vitorioso. Partiu preparado e deixou um bom legado. Isto é só para alguns. Nem todos se sabem reconciliar assim!
Eu tentarei recordar todos os dias palavras suas, que mais do que palavras, são mensagens que me preparam para deixar o meu legado, pequenino e na dimensão do meu ser, mas que me deixem preparada também para ir, no dia em que a minha hora chegar!

“Lembrar-me que inevitavelmente terei que morrer é a mais importante ferramenta que eu alguma vez encontrei para me ajudar a fazer as grandes escolhas na vida. Porque praticamente tudo – todas as nossas expectativas externas, todo o nosso orgulho, todo o nosso medo do embaraço ou fracasso – todas estas coisas simplesmente caem em face da morte, deixando apenas aquilo que é realmente importante. Lembrares-te que mais cedo ou mais tarde vais morrer é a melhor forma que eu conheço de evitar a armadilha de que temos alguma coisa a perder. Nós já estamos nús. Não existe nenhuma razão para não seguirmos o nosso coração.”

“Seu tempo é limitado, então não percam tempo vivendo a vida de outro. Não sejam aprisionados pelo dogma – que é viver com os resultados do pensamento de outras pessoas. Não deixe o barulho da opinião dos outros abafar sua voz interior. E mais importante, tenha a coragem de seguir seu coração e sua intuição. Eles de alguma forma já sabem o que você realmente quer se tornar. Tudo o mais é secundário.”

Steve Jobs

Anúncios

Sobre Regina

Acerca de mim? Sei lá! Tenho dias… Dias bons, dias maus! Momentos. As nossas vidas são feitas de momentos… Este espaço? É meu. Sobre mim. É o meu espelho… Disseram-me que o meu sorriso é o Espelho da minha Alma. E eu concordo.
Esta entrada foi publicada em Pensamentos com as etiquetas . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s