Pequenas Delícias IV

De vez em quando vou relatando as delícias com que a minha filhota mais nova me vai premiando.
Cá em casa, depois da primeira filha pensámos na segunda, e depois da segunda pensámos na terceira. A vida não andava fácil e estabelecemos que o limite seriam os meus quarenta anos. Já os passei há algum tempo e por isso fiquei “fora da validade”, razão pela qual os planos do aumento da familia ficaram-se por isso mesmo, por planos! Bom, para dizer a verdade, se aparecer é sempre bem vindo, mas não está dentro da calendarização.
As meninas também sempre quiseram um mano, e de vez em quando iam falando nisso e pedindo… Entretanto, face às respostas de perentórios nãos, o assunto tinha ficado encerrado.
Hoje ao almoço a Susana voltou a falar nisso:
“Pai, eu quero ter um mano!”
Olhamos um para o outro e sorrimos, mas nem dissemos nada.
E ela sai-se assim:
“Ele depois quando fôr maior, pode ser um cromo.”
“Um cromo?” – perguntei eu
“Sim mãe, um cromo é um menino educado e estudioso. Antes cromo que parvo, não achas? Os parvos fazem disparates e dão arrotos!”

Anúncios

Sobre Regina

Acerca de mim? Sei lá! Tenho dias… Dias bons, dias maus! Momentos. As nossas vidas são feitas de momentos… Este espaço? É meu. Sobre mim. É o meu espelho… Disseram-me que o meu sorriso é o Espelho da minha Alma. E eu concordo.
Esta entrada foi publicada em Pensamentos com as etiquetas . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s