Sonhos de Abóbora

Andava aqui por casa uma abóbora cujo destino seria a Sofia decorá-la no Halloween. Ela não a decorou e a desgraçada da abóbora já estorvava!
Tive de a transformar em sonhos, acabadinhos, agora mesmo, de fritar.
É uma terapia!
Enquanto os faço e frito, abstraio-me do resto.
Vigiar os sonhos é como sonhar. Sonhos de abóbora – Sonhos da vida.
Penso imenso.
Penso naquilo que gostaria de fazer, naquilo que gostei de fazer…
Penso nas pessoas que conheço, nas experiências que vivo, nos sonhos que alimento…
Nas coisas que me dizem e que digo. Nas coisas que me fazem.
Penso, simplesmente.
Já cheguei a levantar-me, em noites de insónia, e fazer sonhos pela madrugada dentro…
Gosto dos meus sonhos. Dos meus sonhos de vida, e dos meus sonhos de abóbora.
São deliciosos, fáceis e rápidos de fazer, de uma simplicidade…
Deixei de ter paciência para as coisas difíceis e complicadas da cozinha. Sou prática. Muitas vezes, a complexidade não garante a qualidade.
Resolvi partilhar aqui a minha receita dos sonhos de abóbora.
Surgiu-me foi uma questão que ainda não tinha pensado: na classificação desta coisa! Não são pensamentos, pois a receita não é minha, não fui eu que a inventei… Não é poesia, embora a mim me saiba tão bem como um belo poema… Não é música, contudo, tenho sempre o rádio ligado quando estou na cozinha, e nem consigo lá estar sem essa minha companhia musical…
Tenho de classificar esta partilha de receita, até porque pode me dar na cabeça de voltar a fazê-lo com outra qualquer comida que eu goste.
“Gastronomia”, é presunção a mais, porque eu cozinho mas não sou gastrónoma, no sentido em que entendo o termo como sendo uma arte, e eu de artista não tenho nada, em área alguma.
“Culinária”, parece-me coisa muito sopeira.
“Receitas”, soa-me a qualquer coisa de clínica médica!
“Comes e bebes”, parecido com tasca! Eu gosto de tascas, gosto bastante. É seguramente, onde se come e bebe bem, mesmo que a higiene não seja a melhor, mas desde que a ASAE não chateie e eu não veja, porque nisso sou sugestiva demais. Não gosto de ver as cozinhas, não gosto de ver as mãos de quem cozinha, e não gosto de ver passarem os pratos por uma água fria qualquer que não tira gordura, nem limpa em condições. Bahh! Nesses casos, quando vejo, nem como, nem bebo!
“Sabores”, veio agora à ideia. Parece-me bem. Vou criar a nova categoria “Sabores”, onde tudo cabe…
A começar pelos meus sonhos de abóbora:

 

Ingredientes:
300 gr. de abóbora cozida e reduzida a puré
100 gr de açucar
2 ovos
300 gr. de farinha
1 col chá de fermento em pó
1 limão
Mistura-se a abóbora com o açúcar, os ovos e a raspa do limão.
Mistura-se a farinha com o fermento e envolve-se no preparado anterior.
Mexe-se bem. Com uma colher de sopa deitam-se pequenas porções da massa no óleo a ferver.
Viram-se para que fritem de ambos os lados e quando dourados, retiram-se e escorrem-se.
Passam-se por açucar e canela.
E estão prontos a servir.
Anúncios

Sobre Regina

Acerca de mim? Sei lá! Tenho dias… Dias bons, dias maus! Momentos. As nossas vidas são feitas de momentos… Este espaço? É meu. Sobre mim. É o meu espelho… Disseram-me que o meu sorriso é o Espelho da minha Alma. E eu concordo.
Esta entrada foi publicada em Sabores. ligação permanente.

4 respostas a Sonhos de Abóbora

  1. Anónimo diz:

    tem optimo aspeto ja fiz uns que ficaram parecidos mas depois de frios achei os demasiado duros…secos…nem sei bem explicar os seus não ficaram assim pois nã…?

  2. Regina diz:

    Bem, quase direi que não chegam a frios :), mas não, ficam macios mesmo no dia seguinte.

  3. Anónimo diz:

    Adorei aintrodução…e Sabores parece-me muito bem 🙂 vou ” levar “a receita e experimentar !!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s