A minha relação com Deus

A minha familia nunca foi muito religiosa. Os meus pais nunca iam à missa.
Não me recordo sequer se fiz a profissão de fé. Eu acho que terei feito, mas não guardo nenhuma imagem, nenhuma recordação.
A primeira comunhão fiz, embora não tenha qualquer fotografia, e a única recordação que guardo é que não fui vestida de branco, fui de verde, tal era a importância que os meus pais davam ao acto.
Nem do meu Baptizado existem fotografias. Era uma formalidade, que eles cumpriam.
A infância, os acontecimentos na nossa infância e adolescência, marcam-nos para a vida. Tentamo-nos esquecer, às vezes, mas as marcas são tais, que se refletem nas nossas acções, na nossa forma de estar, na nossa vida futura. Justifico tanto coisa com a vida que passei.
Fiz a catequese, também nem sei até que ano. E vivi numa localidade em que a religiosidade e a beatice são intensas.
Casei pela Igreja, com convicção. E baptizei as minhas filhas, com poucos meses de idade, com a mesma convicção, com a serenidade e a certeza de poder morrer tranquila. Seria incapaz de viver em paz comigo mesma e com Deus se as não tivesse baptizado e aberto as portas para essa espiritualidade. Educo-as com os princípios do bom cristão e vivo com esses princípios e esses valores.
Mas, no que diz respeito aos rituais, sou completamente avessa. Não entendo, não aprecio e não participo. Deveria concluir, por isso, que sou má católica. Não concluo.
Não faço orações, mas falo com Deus, muitas vezes. Quando ando angustiada, triste, confusa, baralhada, indecisa. Quando choro, e choro tanta vez (o choro alivia-me a dor). Quando preciso de orientação sobre o que devo fazer, quando tenho dúvidas, e tenho tantas.
Quando preciso de falar com a alguém que me ouve. É com Ele que eu falo. E falo, Ele escuta-me e ilumina-me. Acho que tem-me iluminado muito ao longo da minha vida, tem-me acompanhado.
A vida que levamos, somos responsáveis por ela, pelos actos que praticamos, pelas escolhas que fazemos, pelas oportunidades que agarramos, pelos erros que cometemos, mas eu acho que é Deus que nos ilumina, que nos encaminha, que nos coloca as coisas no caminho, que nos permite as oportunidades, que coloca as outras pessoas no nosso caminho, na nossa vida, na nossa mente e no nosso coração. E se Ele faz é porque Ele encontra algum motivo para isso. Nós, só temos de fazer as escolhas, e a escolha é iluminada por Ele.
Não sendo assim, não poderia acreditar na sua existência.
Os rituais são coisas protocolares. Eu não me dou muito bem com protocolos. Respeito sempre as regras, mas não gosto de protocolo. Daí, a minha ausência.
Como não sou hipócrita, deixo claro as minhas opções, como fiz esta semana na reunião da catequese na qual as minhas filhas estão ambas inscritas e ambas por sua opção. Nunca as obriguei, nunca as obrigaria, nunca as forcei a nada disso; nem andar na catequese, nem ir à missa, nem rezar, nem ler a Bíblia. Fazem-no quando querem e porque querem; é assim que entendo que deve ser.
E Deus entende-nos, acho eu, por isso nos acompanha e nos ilumina.
E espero que continue a fazer, para que não erremos nos nossos actos e nas nossas opções. 
Anúncios

Sobre Regina

Acerca de mim? Sei lá! Tenho dias… Dias bons, dias maus! Momentos. As nossas vidas são feitas de momentos… Este espaço? É meu. Sobre mim. É o meu espelho… Disseram-me que o meu sorriso é o Espelho da minha Alma. E eu concordo.
Esta entrada foi publicada em Pensamentos com as etiquetas . ligação permanente.

2 respostas a A minha relação com Deus

  1. albano diz:

    Belo pensamento para uma "cristã" porque nao é só cristã quem vai a missa , e frequenta a igreja a dias e horas ditas normais, cristã é pensar em Deus ,e falar co m ele , quando precisamos. Bem haja . Como sabe eu tenho muito orgulho na nora que Deus me deu. Bjos. MOB

  2. maria diz:

    Nunca duvides do Amor de Deus por ti. Tu podes até esquecer-te de Deus ( acho sinceramente que não…tu crês ) mas ELE nunca, nunca se esquece de ti. Quando tudo parece escuro há sempre uma luz que te ilumina e te mostra o caminho a seguir…a tua VIDA é um dom de DEUS. Tu és Cristã e a tua vida, por si só, é um presente de DEUS. Acredita como tens acreditado.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s